Um ato de solidariedade que ajuda a salvar vidas

Em dificuldades para manter o serviço especializado devido a insuficiência de repasse feito pela Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, com um teto de R$ 625 mil por mês, congelado desde 2014, é pela iniciativa popular que parte das despesas da Apami vêm sendo cobertas em uma conta que ainda não fecha. A exemplo da bióloga Mary Anne Saraiva, a ajuda chega para apoiar e dar continuidade ao tratamento de pessoas de mais de 60 municípios de três estados, atendidas em Petrolina.
Mary é também diretora de uma instituição de ensino privada e decidiu junto com os colegas de trabalho promover uma ação para arrecadação de valores que serão destinados ao Ceonco/Apami. “Estamos doando 100% da nossa arrecadação para a Apami. Isso é resultado do trabalho de diversas pessoas e também dos nossos alunos que através de suas inscrições contribuíram para realizarmos essa doação. Há 10 anos tive câncer, hoje estou curada e sei que a pior dor é não poder ter acesso ao tratamento, por isso precisamos nos conscientizar da importância de contribuir com a Apami, onde é ofertado tratamento de graça e com excelência”, afirmou.
As doações podem ser feitas ainda via depósito direto na conta da Apami: 1010-3, Agência: 0963-6, Banco do Brasil. Para maiores informações, interessados podem ligar através do telefone 87 3862 8659.

 

Texto: Juciana Cavalcante

Assessoria de Imprensa Apami