MODELO DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS DO CEONCO É REFERÊNCIA NO ESTADO

Um modelo de gestão de medicamentos para pacientes em tratamento contra o câncer, adotado pelo Centro de Oncologia da APAMI (Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância), está sendo reconhecido e referenciado para outras unidades de saúde em cidades pernambucanas, a exemplo de Caruaru, Garanhuns e Recife.  Trata-se da utilização de remédios que são dispensados através de medidas judiciais pela Farmácia de Pernambuco Unidade Sertão do São Francisco (FPUSSF). A dinâmica adotada pelo Centro de Oncologia ocasiona uma distribuição para o paciente, com acompanhamento de uma equipe especializada, possibilitando desta forma, um tratamento mais humanizado.

“Na verdade, conseguimos trabalhar o cuidado integral ao paciente e também compartilhar doses, devoluções de medicamentos do Centro de Oncologia para a Farmácia de Pernambuco quando não utilizados. Também temos dados atualizados de intercorrências ocorridas mensalmente, e isso traz uma significativa economia aos cofres públicos, além de permitir um melhor monitoramento”, explica a farmacêutica, Rosalva Perazzo.

O modelo adotado pelo Centro de Oncologia da APAMI é acompanhado de perto pela superintendência de Assistência Farmacêutica do Estado. Em outubro próximo, a experiência de Petrolina será compartilhada  durante o 7º Encontro Pernambucano de Assistência Farmacêutica.