I Caminhada e Corrida contra o Câncer

Comum em mulheres, o câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo e responsável pelo aumento de 22% de novos casos da patologia anualmente, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). A estimativa é de que no Brasil, este ano, sejam registrados mais de 52.500 novos casos. Descoberto precocemente tem grandes possibilidades de cura.

E é justamente para conscientizar a sociedade sobre a importância da realização da mamografia, bem como do auto exame e também de práticas de vida mais saudáveis, que o Centro de Oncologia da APAMI (Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância) realiza uma série de iniciativas de conscientização, dentro do que se conhece como Outubro Rosa, um movimento mundial de prevenção.

Além das atividades na área de saúde, o movimento também agrega a iluminação em tom rosa de prédios e monumentos públicos. Em Petrolina, o Outubro Rosa será lembrado com a I Caminhada e Corrida de Rua, no próximo dia 21 de Outubro. Avenidas importantes deste município serão tomadas por atletas profissionais, por amantes das práticas desportivas, funcionários da APAMI e de outras instituições parceiras que estarão, sobretudo, levantando a bandeira da prevenção e do combate ao câncer de mama.
Os organizadores do evento pretendem agregar 1000 participantes na corrida e caminhada. Ao todo serão disponibilizados três percursos: de 2km, 5km e 10km. As inscrições custarão R$ 20 e poderão ser feitas entre os dias 08 e 12, em vários pontos da cidade a exemplo da sede da APAMI, academias, dentre outros que serão detalhados brevemente.
No dia do evento os inscritos receberão um kit composto de camisa e um chip, que vai permitir a identificação e o tempo de prova. Como cenário para a corrida estarão avenidas como a Cardoso de Sá (orla), Integração, Monsenhor Angelo Sampaio, dentre outras. As provas acontecem a partir das 17h.
O Centro de Oncologia conta com o apoio do SESC na promoção da Corrida e da Caminhada. Outros órgãos também deverão agregar valor ao evento, dando suporte à organização, a exemplo da EPTTC, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SAMU, Universidade Federal do Vale do São Francisco. Após a corrida, haverá a solenidade de entrega de medalhas aos participantes e também um show com o cantor Alan Cleber, na orla de Petrolina, com barracas padronizadas para venda de comidas, camisetas personalizadas e participação do Movimento de Combate ao Câncer (MCC).
Humanização– A programação do Outubro Rosa em Petrolina, desenvolvida pelo Centro de Oncologia, está sendo coordenada pelo Grupo de Humanização da unidade de saúde. A equipe, composta por enfermeiros, nutricionista, assistente social e psicóloga, tem como objetivos acolher pacientes e seus acompanhantes, bem como desenvolver atividades educativas e de conscientização. No Outubro Rosa, por exemplo, além da I Corrida e Caminhada, palestras deverão ser realizadas em núcleos de ensino da cidade.

Sobre o Câncer de Mama– Caracterizado pelo desenvolvimento anormal das células da mama, este tipo de câncer é o mais comum entre as mulheres no Brasil. Os profissionais da área de saúde recomendam que seja feita mamografia (raio X da mama) a partir dos 35 anos. Alguns sintomas que merecem atenção: caroço no seio, secreção contínua, nódulos abaixo das axilas, pele com aspecto de uma casca de laranja.